Fecon MG manifesta insatisfação junto à Superintendência da RFB diante dos constantes erros nas versões da ECD 2017 - Federação dos Contabilistas do Estado de Minas Gerais

Fecon MG manifesta insatisfação junto à Superintendência da RFB diante dos constantes erros nas versões da ECD 2017

A Federação dos Contabilistas de Minas Gerais protocolou nessa terça-feira (24), junto ao Superintendente da Receita Federal do Brasil em Minas Gerais, Sr. Hermano Lemos de Avelar, uma carta manifestando a insatisfação da classe contábil diante dos constantes erros nas versões da ECD 2017, que têm gerado transtornos e retrabalhos à categoria.

A Fecon expressou a insatisfação de mais de sessenta mil profissionais da contabilidade no Estado de Minas Gerais, além de incontáveis Profissionais que também atuam diretamente no processo contábil dos escritórios de contabilidade e empresas em geral. O Sistema da ECD – Escrituração Contábil Digital, já está em sua quarta versão em apenas 20 dias de disponibilidade, sem contar que estamos a ínfimos 7 dias do prazo limite de transmissão. O Sistema apresenta erros e advertências decorrentes do próprio sistema, gerando retrabalho aos profissionais contábeis e custos incalculáveis, seja pela repetição de tarefas já realizadas anteriormente, como também por envolver profissionais de outras áreas, como a de T.I. para tentar solucionar questões de responsabilidade da Receita Federal.

Renato Pavione coloca que tais procedimentos tem se tornado rotineiros dentro da Receita Federal, e podemos citar como exemplo a própria DIRF 2017, que teve seu prazo de entrega antecipado em 15 dias nesse exercício, porém a Receita disponibilizou o programa em curtíssimo prazo para transmissão.

Sabe-se que os Profissionais da Contabilidade trabalham com muito planejamento e organização, porém tais situações tem gerado transtornos e custos que julgamos ser de responsabilidade da Receita Federal, e esperamos que a mesma também se organize e se programe para somente depois poder exigir.

O Presidente da Fecon MG, reitera que tal insatisfação também será levada ao conhecimento da Receita Federal em Brasília, por se tratar de um problema nacional que tem afetado drasticamente o desenvolvimento de nossas tarefas, que são sempre punidas com altas multas e por consequência abala muito o relacionamento Contador x Empresário.

 

Autor: Fecon MG

Federação dos Contabilistas do Estado de Minas Gerais

Av. Afonso Pena nº 867, Salas 615 a 622 - Centro
30130-905, Belo Horizonte-MG
Telefone: (31) 3201-1492
E-mail: fecon@feconmg.org.br
Visite Nossa Página no Facebook

Receba Nossas Notícias